A Zigur é uma associação com raízes em Lamego, mas presente em vários pontos do país, que defende a livre partilha de arte e informação, e a genuinidade da criação artística. Assumindo a forma de uma Associação Cultural, sem fins lucrativos, a Zigur pretende ser uma plataforma para fomento da criação artística e para o desenvolvimento cultural.

Dela faz parte o colectivo artístico ZigurArtists, que se apresenta sob a forma de netlabel fundada em 2012, através da qual divulga os trabalhos desenvolvidos pelos seus membros colaboradores. Paralelamente, a Zigur é co-responsável pela programação, organização e produção do TRC ZigurFest, em Lamego, um pequeno festival anual de música moderna que já conta com quatro edições.
Adicionalmente a Zigur, através dos seus membros, desenvolve pontualmente um conjunto de eventos e intervenções culturais localizadas, com especial ênfase no incentivo e apoio à criação artístico-cultural. Acima de tudo, na Zigur propomo-mos a trabalhar sem barreiras ou rótulos, dispensando credos ou juízos de valor, para causar impacto cultural positivo, o que nos permite manter as portas abertas para acolher quem chega com vontade de oferecer algo novo e genuíno ao mundo.
Berlau & AM Ramos
Red Railbus Sessions
Drago Inkomodo
Da Mquina Se Fez o Homem ou Vice-Versa
Daily Misconceptions
Our Little Sequence of Dreams
Daily Misconceptions
Insomnia Trap (single)
Daily Misconceptions
Little Grains Of Rice Running Away From A Plate In Fear Of The Chopsticks (single)
azul-revolto
S O M A
Burgueses Famintos
SAMO
Antologia
Cajado
Anta do Livramento
Sax On The Road
Kif Kif Van
veabis&tubbhead
veabis&tubbhead
MAHOGANY
a house in iceland
Daily Misconceptions / O Manipulador
LOP
Twisted Freak
Summer Nights EP
azul-revolto
Ouija
Tales and Melodies
There's Always Something Related To It
MoPrez
Five Constrict Jives
Twisted Freak
We Play With Time
Mr. Herbert Quain
Forgetting is a Liability
Various
2112 - Songs For The Apocalypse
John is Gone
Divided
Mr. Herbert Quain
How I Learned to Stop Worrying and Start Loving the Waiting
Tales and Melodies
Fresh New Start - Live at TRC
Morsa
Morsa
C(u)ore and Colours
C(u)ore and Colours
ManInFeast
How One Becomes What One Is
Twisted Freak
Sons distantes de uma alma perdida no ter
Mr. Herbert Quain
Acarinhado por figuras tão distintas como Rui Estêvão, Rui Vargas ou Henrique Amaro, Mr. Herbert Quain (ou Manuel Bogalheiro) foi o responsável por uma das mais auspiciosas estreias dos últimos anos. “How I learned to stop worrying and start loving the waiting” é um trabalho de resgate notório, em que os primórdios de Hollywood são evocados através da estética granulada e de samples escolhidos a dedos. Desde então, lançou mais um EP, “Forgetting is a Liability”, e trilhou caminho na estrada ao lado de gente como Niagara, Miguel Torga, Moodyman, Andy Burton ou Sensible Soccers, em palcos como o Lux Frágil, Musicbox ou Indústria.
C(u)ore & Colours
Nascidos num dia esquecido de 2011, os Cuore & Colours são a materialização de um relaxe puramente psicotrópico. Os ensinamentos circulares e bem ritmados do krautrock são o ponto de partida ideal para que a maralha de influências tão diversas e fumarentas como os Velvet Underground ou Phil Collins sobressaia no lo-fi que, mais do que uma máscara, é a saudável sujidade que fica depois da insistente exploração de terrenos pantanosos. Sempre com um olho posto no improviso e o outro no fazer mexer o corpo, nunca a simplicidade foi tão amiga da inquietude.
Morsa
Já lá vão quase dois anos desde que Morsa passou do papel para um EP que, hoje, é quase grande demais para continuar cingido ao Manel. A ele juntou-se Daniela Pina, voz e corpo da sensualidade pensada pelo Manel, e que agora partilha com ele os custos da composição. Mas, no palco, a leveza da etereidade que paira em Morsa precisa de sustento. À Daniela e ao Manel juntaram-se o Afonso, o Miguel, o Ricardo e o João Pedro para formar uma banda, onde o melting pot se adensa, onde os estilos e influências confluem num único sentido: o do despertar dos sentidos. Psicadelismo, trip-hop, jazz, pop... Chamem-lhe o que quiserem, porque aqui há espaço para tudo.
Twisted Freak
Talvez as palavras sejam insuficientes para descrever aquilo que Twisted Freak faz, mas alguém tentou e propôs que as músicas de “We Play With Time” e do eminente “Summer Nights EP” constituem uma espécie de diálogo com o tempo. Assenta-lhe bem a descrição: seja pelos samples resgatados ao passado, ou pelos viciantes jogos de ritmo que parecem flirtar com o caos, a definição assenta que nem uma luva. Para José Silva - oriundo de Lamego, produtor e músico que também faz parte dos C(u)ore & Colours - o palco é uma tábua rasa, perfeita para ornamentar um momento que até pode ter um disco como ponto de partida, mas onde ninguém sabe bem onde vai acabar.
Tales and Melodies
Em 2012, numa noite quente de verão, Tales and Melodies dava os primeiros passos de um caminho que mesmo depois de tantos quilómetros, ainda só vai no início. Se aquela gravação de “A Fresh New Start” serviu como um prólogo introdutório, e os concertos que se seguiram foram prolíferos capítulos em que se escreveu a identidade de Tales and Melodies, “There’s Always Something Related To It” pode e deve ser visto como a segunda parte de uma história que é maior que todos nós. A pujança da guitarra, a crueza das batidas e a pungência da voz unem-se sem roubar o espaço que as letras (e pensamentos) precisam para contar mais uma história: ora em alusão a um imaginário pessoal, ora versando sobre a existência quotidiana e humana.
azul-revolto
Canções capitaneadas pela voz aveludada de Hugo Barão, que tanto apontam a uma lânguida dança, como apelam ao calor – seja ele dos corpos ou do coração. 'Ouija’, o trabalho de estreia de azul-revolto, entrega-nos de mão beijada um aconchegante conjunto de canções pormenorizadamente texturadas por inquietudes e tranquilidades. Ouça-se azul-revolto sem pressas, mergulhe-se nele e deixemo-nos ficar, embalados e quentes neste imenso oceano de som.
O Manipulador
O Manipulador nasceu em 2010, ano em que Manuel Molarinho decidiu começar um projecto musical a solo e de forma independente. Em estúdio, é uma "one man band" experimental que junta baixo, pedais, loop station e voz, para dar corpo a uma identidade influenciada pela estética de algumas bandas de rock alternativo e pela ética do "do it yourself". Ao vivo, O Manipulador torna-se sempre que possível num duo. À música juntam-se as projecções de vídeo de Eduardo Cunha (que englobam a utilização de conceitos de vídeo mapping) que traduzem visualmente a música e transformam o concerto numa viagem sensorial.
daily misconceptions
daily misconceptions nasceu num pequeno quarto nos arredores de Lisboa. O projecto de João M. Santos mudou-se entretanto para o Porto, mas a matriz musical continua a ser a mesma: electrónica de trazer por casa, melodias que nos lembram a pop mais melíflua e uma inocência própria de até alguns brinquedos utiliza como fonte de criação sonora. As falsas ideias quotidianas e as texturas orgânicas de coloração indefinida são a matéria prima para a criação de um mapa sincero, mas sempre imprevisível.
No TRC ZigurFest não há pressas. Tão pouco há chatices, ou correrias. Por aqui, gostamos de andar devagar, com gente ao nosso lado, sempre com um sorriso na boca e em busca do que ver e ouvir a seguir. Gostamos de esperar pelas horas que escapam ao pico do calor e do sol e que apanham a primeira brisa da noite, aquela que é convidativa para um fino aqui e um petisco acolá. E chegados a essa hora, só paramos quando a noite já começou a crescer.

Por aqui há vontade de arriscar. E de aproveitar a ideia de que “chegados a Setembro, Lamego não pára mais”, para tomar de assalto a cidade e não a deixarmos parar, nem nós pararmos com ela. Qualquer pessoa é bem-vinda, só precisa de ter vontade e mente aberta para festejar connosco. Mais que um festival, queremos criar uma experiência orgânica e única, onde o inesperado, o inusitado e a surpresa andam de mãos dadas.

2015
2014
2013
2012
2011

Hannah Epperson [us] | Teatro Ribeiro Conceição, Lamego

Sex, 14 Outubro 2016 | 21:30

Lamego , Portugal

Combustão Lenta #8: Ježek & Kurepa + Die Von Brau

Sáb, 22 Outubro 2016 | 22:30

Lisbon , Portugal

Últimos Eventos

TRC ZigurFest '16

Qui, 01 Setembro 2016

Lamego , Portugal

Combustão Lenta #6: Bernardo Álvares + LAmA

Sáb, 09 Julho 2016

Lisbon , Portugal

VERSUS 1.0

Qui, 12 Maio 2016

Lisbon , Portugal

(... ver todos)